Brincadeiras e Jogos

Na Escola Opção Kids temos orgulho de preservar nossas raízes.

Uma enorme riqueza de diversão, cultura e história está inserida no mundo das brincadeiras coletivas e de roda. As crianças precisam do nosso estímulo para cultivar essas cantigas e jogos que tanto divertiram outras gerações. Na Escola Opção Kids preservamos ao máximo essa riqueza e utilizamos essa socialização como uma aliada no desenvolvimento das crianças. A leitura de uma história, uma brincadeira de roda, as músicas, a bicicleta e tudo o que faz da infância o melhor momento da vida.

Para relembrar, veja algumas das brincadeiras de roda que jogamos com nossos alunos.

Passar anel

As crianças ficam com as mãos juntas e uma delas com um anel escondido. A pessoa que está com o anel vai passando suas mãos dentro das mãos dos outros participantes até escolher um deles e deixar o anel cair em suas mãos, sem que os outros percebam. Depois escolhe uma pessoa e pergunta-se “fulano, com quem está o anel?” e a pessoa escolhida deve acertar.
Batata quente: os participantes sentam-se em círculo e uma pessoa fica de fora. Vão passando uma bola, bem rápido, de mão em mão e o que está de fora, de costas para o grupo, grita “batata quente, quente, quente, ..., queimou!”. Quem estiver com a bola quando o colega disser ‘queimou’, é eliminado da brincadeira. O vencedor será aquele que não for eliminado.
Esconde-esconde: Uma criança deve ser eleita como pegadora. As demais precisam correr para de esconder e fugir dela. Quem for apanhado deve chegar antes do pegador ao ponto inicial. Caso contrário, assume a posição de pegador.

Cinco Marias

As "marias" são saquinhos de pano cheios de areia. O objetivo deste jogo é pegá-las do chão, jogando cada uma delas para o alto sem soltar as anteriores, em sequências cada vez mais difíceis. Quem erra perde a vez e depois retoma de onde parou. Ganha quem avançar mais fases.

Cabo de guerra

Uma corda e algumas crianças; e que comece a brincadeira! Com um limite demarcado no chão, um lado puxa pra lá, o outro puxa pra cá.  O lado que passar o limite é o mais forte e, portanto, o vencedor.

Estátua

Os jogadores formam uma roda e, rodando, cantam a música: “O Circo pegou fogo, palhaço deu sinal, acuda, acuda, acuda a bandeira nacional, Brasil, 2000, se buliu, saiu!”. No “saiu”, os jogadores têm 5 segundos para escolherem a melhor posição para ficarem estátuas. O mestre começa a provocar e, quem se mexer, sai. Ganha quem for mais resistente, que será o próximo mestre.

Jogar sério

Duplas, frente a frente. Ficar olhando um para o outro sem fazer movimento e sem alterar a fisionomia. Quem resistir por mais tempo é o vencedor.

Mãe da Rua

Os participantes têm que atravessar de um espaço para outro pulando de um pé só e ao mesmo tempo fugir da mãe da rua, que corre com os dois pés, mas estará longe durante a travessia dos “sacis”. Aqueles que forem pegos podem correr com os dois pés e começam a ajudar a capturar os outros. A brincadeira termina quando a turma toda for capturada.

Pega-pega

Esta brincadeira envolve muita atividade física. Uma criança deve correr e tocar outra. A criança tocada passa ter que fazer o mesmo.


 

Fale conosco